PROJETOS
ESPECIAIS

BRASIL EM QUADRINHOS

O Programa “Brasil em Quadrinhos” foi criado pelo Ministério das Relações Exteriores – Itamaraty e faz parte de uma nova concepção de política cultural, que pretende articular as indústrias criativas brasileiras com suas ações de difusão cultural no exterior.
A partir do êxito do projeto “Brasil em Concerto”, dedicado à internacionalização da música clássica brasileira, o “Brasil em Quadrinhos”, desenvolvido pela Bienal, promove essa importante vertente da economia criativa brasileira junto aos principais centros produtores e consumidores das histórias em quadrinhos do mundo.
Por meio das embaixadas de diversos países, ações como palestras, debates, sessões de autógrafos, exposições e oficinas são possíveis, com articulação, apoio e produção da Bienal de Quadrinhos de Curitiba.

Baixe gratuitamente
o Catálogo HQ Brasil aqui.

CATÁLOGO HQ BRASIL

O Catálogo HQ Brasil foi o primeiro projeto criado pelo Programa Brasil em Quadrinhos. Lançado em maio de 2019 no Palácio da Independência, em Lisboa, numa ação promovida pela Embaixada do Brasil em Portugal em parceria com a Bienal de Quadrinhos de Curitiba. O “Catálogo HQ Brasil” apresenta o que há de mais surpreendente e relevante na produção de HQs no Brasil nos últimos 10 anos.
Com 150 páginas e edição de Érico de Assis, o livro difunde a literatura em quadrinhos brasileira em Portugal, e também promove a produção de quadrinhos brasileiros no exterior, ao colocar uma geração talentosa de artistas em contato com articuladores internacionais.
A segunda edição, ampliada para 100 autores e traduzida para inglês e francês, será lançada ainda em 2020, em parceria com o Consulado do Brasil em Montreal (Canadá).

Diretora do Departamento Cultural e Educacional do Itamaraty, Ministra Paula Alves de Souza, o editor Érico Assis e os autores André Diniz e Rodrigo Rosa no lançamento do Catálogo HQ Brasil em Lisboa.

Publicação Catálogo HQ Brasil




CIRCULAÇÃO ÁFRICA: ANGOLA JANGA

A internacionalização da Bienal de Quadrinhos de Curitiba e a consequente difusão da produção de HQs nacionais ganharam um passo definitivo em 2019, com ações em Moçambique e Angola. As exposições “Angola Janga”, “Cumbe” e “Noites de Luz” passaram por estes países, com debates, sessões de autógrafos e oficinas sob o tema “narrativas negras em quadrinhos”.
Quadrinista e mestre em história da arte pela USP, Marcelo D’Salete venceu o Troféu HQ Mix de “Melhor Edição Especial Nacional” e o prêmio Jabuti de “Melhor História em Quadrinhos” por seu romance gráfico “Angola Janga” (Veneta). O livro propõe um novo olhar sobre a resistência negra de Palmares, o mais famoso quilombo brasileiro, e encontrou outras releituras possíveis e complementares nestes países de língua portuguesa.
A Gibiteca Móvel da Bienal de Quadrinhos de Curitiba, com obras diversos autores brasileiros, também esteve presente nestas ações, possíveis graças à parceria da Bienal com o Itamaraty.





EXPOSIÇÃO ANGOLA JANGA EM PORTUGAL

Em parceria com a Embaixada do Brasil em Lisboa, a Bienal de Quadrinhos levou até a capital de Portugal, em novembro de 2019, a exposição “Angola Janga”, baseada na HQ de mesmo nome de autoria de Marcelo D’Salete.
Na galeria Tinta nos Nervos, o público teve acesso a 12 artes originais, reproduções e serigrafias da obra original, lançada em 2017. Nascido em São Paulo em 1979, Marcelo D'Salete cruza ficção e narrativa histórica nos livros que tem publicado em HQs, como os premiados "Cumbe" e "Angola Janga", frutos de um trabalho longo de pesquisa sobre identidade, escravidão e consciência política.

1 / 7
Abertura da Exposição Angola Janga - Marcelo D´Salete no Centro Cultural Brasil - Moçambique, em Maputo, 2019.
2 / 7
Chefe do Setor Cultural - João Francisco Pereira e Carlos Alfonso Iglesias Puentes, Embaixador do Brasil em Moçambique.
3 / 7
Bate-papo com Marcelo D´Salete na abertura da Exposição.
4 / 7
Público, o autor Marcelo D´Salete e Luciana Falcon (dir.) coordenadora da Bienal na abertura do evento.
5 / 7
Carlos Alfonso Iglesias Puentes, Embaixador do Brasil em Moçambique e Marcelo D´Salete .
6 / 7
Abertura da Exposição Angola Janga, em Luanda.
7 / 7
Abertura da Exposição na loja Tinta nos Nervos, em Lisboa.

BRASIL DESENHADO

O programa Brasil em Quadrinhos seguiu pela estrada, impulsionando nossos artistas. A Embaixada do Brasil em Lisboa, em parceria com a Bienal, apresentou o projeto “Brasil Desenhado” no importante Festival Amadora BD 2019. Realizado com o apoio da Editora Polvo, a programação de três dias levou diversas ações dos autores brasileiros ao festival: lançamentos e sessões de autógrafos, conversas e oficinas, Duelo BD e exposições. Participaram das atividades os autores Marcello Quintanilha, André Diniz, André Ducci, Rodrigo Rosa e Lúcio Oliveira.

Programação Brasil Desenhado 2019

João Morales, André Ducci, Luciana Falcon, Marcello Quaintanilha, Rui Brito, Lucio Oliveira e Igor Trabuco no encerramento da programação na Amadora BD 2019



EXPOSIÇÃO MORRO DA FAVELA

Em 2020, o Programa Brasil em Quadrinhos, em parceria com a Embaixada do Brasil em Lisboa, apresentou artistas brasileiros à capital de Portugal. A exposição “Morro da Favela”, de André Diniz, e uma mostra de fotografias de Maurício Hora, ocuparam a Casa Pau-Brasil. No evento de três dias, em parceria com a Polvo Editora, houve palestras, lançamentos e sessões de autógrafos, além da oficina “Contar com Imagens”, promovida por André Diniz.

1 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
2 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
3 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
4 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
5 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
6 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
7 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
8 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
9 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.
10 / 10
Abertura da Exposição Morro da Favela na Casa-Pau Brasil Lisboa, em fevereiro de 2020, com a presença dos autores André Diniz, Mauricio Hora, Embaixador.

ASSINE NOSSA

NEWSLETTER