Exposição “Angola Janga”, de Marcelo D’Salete, chega a Lisboa em novembro

Autor da HQ vencedora do prêmio Jabuti também promove oficina e sessão de autógrafos

Após passar por Moçambique e Angola nos Centros Culturais das Embaixadas do Brasil, a exposição “Angola Janga”, de Marcelo D’Salete, promovida pela Bienal de Quadrinhos de Curitiba chega a Lisboa no próximo dia 19 de novembro, apresentada pela Embaixada do Brasil em Lisboa. 

 

Em cartaz até 4 de janeiro de 2020, com a parceria da galeria Tinta nos Nervos, a exposição apresenta reproduções das obras “Angola Janga”, “Cumbe” e “Noite Luz”, além de 12 artes originais do autor, que realiza também bate-papo, sessão de autógrafos e oficina nos dias 6 e 7 de dezembro. A exposição apresenta também a Gibiteca Móvel da Bienal de Quadrinhos de Curitiba, com obras diversos autores brasileiros.

 

Quadrinista e mestre em história da arte pela USP, Marcelo D’Salete venceu o Troféu HQ Mix de “Melhor Edição Especial Nacional” e o prêmio Jabuti de “Melhor História em Quadrinhos” por seu romance gráfico “Angola Janga(Veneta). O livro propõe um novo olhar sobre a resistência negra de Palmares, o mais famoso quilombo brasileiro. 

 

Em Maputo, capital de Moçambique, e em Luanda, Angola, o autor – convidado da Bienal de Quadrinhos 2018 – promoveu palestra sobre a criação e desenvolvimento da obra e uma oficina sobre “narrativas negras em quadrinhos”. A circulação realizada pela Bienal de Quadrinhos de Curitiba, em parceria com o Itamaraty, faz parte do projeto Brasil em Quadrinhos, que promove a produção de quadrinhos nacionais no exterior. 
SERVIÇO
Exposição Angola Janga – Marcelo D’Salete
De 21 de novembro de 2019 a 4 de janeiro de 2020
Tinta nos Nervos. Rua da Esperança, 39, Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 9 =