Bienal de Quadrinhos anuncia datas e tema da sua próxima edição

Contagem regressiva: com muito orgulho, otimismo e expectativa, a Bienal de Quadrinhos de Curitiba anuncia o tema e as datas da sua próxima edição: daqui a exatamente um ano, 6 a 9 de agosto de 2020, a música será o fio condutor dos debates, exposições, oficinas, festas, sessões de cinema, e da tradicional feira de quadrinhos do evento, totalmente gratuito, que novamente acontece em na área interna e externa do MuMA – Museu Municipal de Arte, no Portão Cultural, em Curitiba.

No Brasil e fora dele, música e quadrinhos sempre fizeram bons duetos, como artes complementares ou inspiradoras uma da outra. Na 6ª edição do maior evento de quadrinhos do sul do país, os projetos e atividades terão a música como referência, seja para as próprias criações musicais, de álbuns e canções, ou como inspiração para capas de discos. Em HQs, a música aparece como suporte à biografias de cantores e músicos, na voz de personagens, na memória e silêncio dos traços, e em manifestações culturais e sociais. Lembra do álbum “The Man From Utopia”, lançado por Frank Zappa em 1983? E da capa dele, de Tanino Liberatore? Nós vamos juntar tudo isso.

A música vibra e faz vibrar e este é outro atributo que a Bienal de Quadrinhos pretende aproveitar em sua edição de 2020. Em tempos em que o mundo se mostra mais sombrio, ríspido e silencioso, cantar, dançar e promover encontros e coros, como sempre fizemos, nos parece ser um caminho mais leve e oportuno. A música como celebração, enfim.

Ao fim de cada dia de evento, bandas sobem ao palco da Bienal para encerrar os trabalhos com música, cervejinhas e confraternização. Uma playlist esperta, trilhas sonoras para nossas ações e outros desdobramentos sonoros irão acontecer sob a tutela de um dos curadores da edição, o compositor e artista multimídia Vadeco, veterano da cena musical, com projetos de sucesso como Cine Re-Sonar e Festival de Música Étnica na bagagem.

Quem também está na curadoria da edição 2020 é o pintor, quadrinista e ilustrador Fabio Zimbres, e Mitie Taketani, proprietária da loja Itiban Comic Shop, reduto incentivador da nona arte em Curitiba há 30 anos. Fabio sempre teve um pé lá e outro cá: em 2006, publicou a graphic novel “Música Para Antropomorfos”, inspirada na banda de rock Mechanics. Convidados nacionais e internacionais que tenham envolvimento com música e HQs serão anunciados nos próximos meses.

A Bienal de Quadrinhos 2020 terá patrocínio da Copel, e seguindo sua constante proposta de formação, diálogo e criação, pretende receber mais de 30 mil pessoas durante sua próxima edição, anote aí: de 6 a 9 de agosto de 2020. Te esperamos.

Um comentário sobre "Bienal de Quadrinhos anuncia datas e tema da sua próxima edição"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 6 =